NB


Grupo NAVEBRAS Engenharia




PASSOS A SEREM SEGUIDOS PARA LEGALIZAÇÃO DE UM ESTABELECIMENTO QUANTO A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E O CONTROLE DE PÂNICO NO RIO DE JANEIRO 


1 – IDENTIFICAÇÃO DOS RISCOS DE INCÊNDIO DE UM ESTABELECIMENTO.
O risco de incêndio de um estabelecimento é definido através de uma análise técnica que relaciona o tipo de utilização do estabelecimento, a área total construída com o número de pavimentos e/ou altura da edificação. 


2 – ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E CONTROLE DE PÂNICO.
A elaboração do projeto de segurança contra incêndio e controle de pânico é feita por profissionais especializados que através do perfil arquitetônico do imóvel, com base nos riscos identificados dimensionam os sistemas de proteção para as características dos riscos.


3 – TRAMITAÇÃO DO PROCESSO DE LEGALIZAÇÃO JUNTO AO CORPO DE BOMBEIROS.
Os projetos de segurança contra incêndio devem ser apresentados ao setor de serviços técnicos do corpo de bombeiros, com vistas a análise e comparação com a legislação estadual vigente para sua aprovação.


4 - ENTREGA DO LAUDO DE EXIGÊNCIAS DO CORPO DE BOMBEIROS.
Após a análise, estando o projeto de segurança contra incêndio de acordo com a legislação vigente, o Corpo de Bombeiros emitirá um documento ratificando as medidas projetadas para a segurança do estabelecimento.


O Grupo Navebras é uma empresa de engenharia que oferece soluções em serviços e manutenção com qualidade e compromisso, para conquistar a credibilidade dos clientes e garantir o desenvolvimento e a sustentabilidade de nossa empresa.


No ramo da proteção contra incêndios, O Grupo Navebras desenvolve todas as etapas de legalização de projetos de segurança contra incêndio e controle de pânico, estando credenciada junto a diretoria geral de serviços técnicos do corpo de bombeiros.


Competirá ao GRUPO NAVEBRAS:
I - Dimensionar as medidas de segurança contra incêndio e pânico;
II -Detalhar, em projeto, as medidas de segurança contra incêndio e pânico;
III -Identificar os riscos específicos existentes; e
IV -Observar o fiel cumprimento do Código de segurança contra incêndio e pânico e suas Notas Técnicas regulamentadoras.

 

 

CONHECENDO UM POUCO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO ESTABELECIDO NO RIO DE JANEIRO.

A Diretoria Geral de Serviços Técnicos (DGST) é um órgão de Direção Setorial do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, responsável pelo setor de Serviços Técnicos do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro.


Para a regularização de edificações perante o CBMERJ, em conformidade com o que preceitua o COSCIP e legislações complementares em vigência, são necessários dois documentos: o Laudo de Exigências (LE) e o Certificado de Aprovação (CA).


No procedimento simplificado, somente será necessário o Certificado de Aprovação Simplificado (CAS).


Código de Segurança contra incêndio e pânico (COSCIP)
O COSCIP estabelece normas de segurança contra incêndio e pânico, destinadas à proteção da vida, do patrimônio e do meio ambiente, a serem aplicadas às edificações e áreas de risco, no âmbito do Estado do Rio de Janeiro.


Compete ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) estudar, analisar, planejar e elaborar as normas de segurança contra incêndio e pânico, bem como exigir e fiscalizar seu cumprimento, na forma estabelecida neste Código.


Laudo de Exigências
Laudo de Exigências é o documento expedido pelo Corpo de Bombeiros, no qual constam as exigências específicas de segurança contra incêndio e pânico para uma determinada edificação, para um conjunto de edificações ou para parte de uma edificação já aprovada pelo Corpo de Bombeiros.


O Laudo de Exigências do CBMERJ será emitido, após a aprovação do Projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico, para as edificações e áreas de risco que estiverem comas medidas de segurança contra incêndio e pânico projetadas de acordo com este Código e Notas Técnicas pertinentes.


Certificado de Aprovação.
O Certificado de Aprovação é o documento expedido pelo Corpo de Bombeiros que certifica o cumprimento de todas as exigências contidas no Laudo de Exigências. Os Certificados de Aprovação emitidos a partir do dia 05/03/2018 passaram a ter data de validade. Caso ocorram mudanças no nome da empresa, de características arquitetônicas ou de ocupação antes da data de vencimento, será necessário solicitar um novo Certificado de Aprovação.


Certificado de Aprovação (CA): é o documento que certifica que as edificações e áreas de risco estão regularizadas, após a comprovação do cumprimento das medidas de segurança contra incêndio e pânico exigidas Processo de segurança contra incêndio e pânico Processo de Segurança Contra Incêndio e Pânico (PSCIP) é o conjunto de procedimentos e atos que tem por finalidade a regularização junto ao CBMERJ das condições de segurança contra incêndio e pânico das edificações e áreas de risco.




Entre em contato





* campos obrigatórios


Associado:


Sim

Não







enviando e-mail
Ocorreu um erro. Tente novamente!
Enviado com sucesso!
e-mail inválido